REGIÃO

Em Urucânia, a procura de três pessoas levadas pela enxurrada

05/12/2017 11:50




No começo da manhã desta terça-feira (5/12), prosseguia, em Urucânia, o mutirão para localizar duas crianças - os irmãos Maria Fernanda Juventino Pires Rozeno, 13 anos, e Vinícius, 7 - levadas pela enxurrada na manhã anterior. A mãe de ambos, Érica Juventino Pires Roszeno, 31, resgatada ainda na manhã de 4/2 e em estado de choque, foi levada para o Hospital Arnaldo Gavazza, em Ponte Nova.

Na noite dessa segunda-feira (4/12), o informe era de que as crianças tinha sido levadas pela correnteza junto com duas mulheres (Érica e a mãe desta, Eva de Jesus Juventino, 67), em moradia inundada na localidade de Ponte Funda, perto da Usina Jatiboca, como esclareceu para esta FOLHA o prefeito Fred Brum/PRB.

O desaparecimento foi noticiado ao Corpo de Bombeiros/CB no início da tarde de 4/12. Na manhã desta terça (5/12), o sargento Clayton/CB desmentiu, perante este Jornal, a notícia de que teriam sido encontrados os corpos das duas crianças.

Segundo relato noticioso, Érica teria conseguido agarrar-se em galhos de árvores e, nestas condições, foi encontrada por vizinhos e levada para atendimento médico em Urucânia, tendo sido de lá transferida para hospital da região em estado de choque. O Corpo de Bombeiros, no entanto, não confirmou tais informações.

Num áudio divulgado pela Corporação na tardinha de 4/12, o tenente Lourenço, responsável pelo Pelotão do CB de Ponte Nova, afirmou à Imprensa que ao todo 22 pessoas foram resgatadas em comunidades nos arredores da Usina Jatiboca durante o temporal. Oito delas precisaram de atendimento hospitalar.

Nossa Reportagem apurou que, na manhã desta terça-feira (5/12), permanecia internado, no HAG, Matheus Romenilson Filho, 19, trabalhador da Jatiboca.

 







UID:7936080/13/12/2017 09:12 | 0