SAÚDE

Os números do Balanço anual do Consórcio Intermunicipal de Saúde

27/03/2024 16:00




 O Consórcio Intermunicipal de Saúde da Microrregião do Vale do Piranga/Cisamapi foi instalado em 1995 para garantir o direito ao acesso aos serviços de saúde por parte da população.

Desta forma, equipamentos especializados e recursos humanos puderam ser melhor utilizados, reduzindo-se a necessidade de custeio direto pelos Municípios e gerando economia nos processos de compra e contratação de serviços. Esta medida permitiu tratamento aos cidadãos em sua região, evitando-se deslocamentos para os grandes centros.

O Cisamapi dispõe de corpo clínico formado por profissionais de diversas áreas. Para ser atendido, o cidadão deve, de início, procurar a unidade de saúde mais próxima de sua residência.

Ao divulgar o balanço de atividades de 2023, a Direção do Cisamapi reitera que os avanços foram possíveis graças à união das Prefeituras, suas Secretarias de Saúde e ao apoio constante oferecido pelo Governo de Minas Gerais. A receita orçamentária totalizou R$ 34.410.819,18 em 2023.

A seguir, alguns dos principais fatos de 2023

 6/1 - O então prefeito de Urucânia, José Márcio Osório, assumiu a presidência do Consórcio, tendo como secretário-geral Carlos José de Oliveira, prefeito de Oratórios. A meta da nova Diretoria: avançar no volume e na qualidade dos serviços de saúde. Em outubro, Wagner Mol Guimarães, prefeito de Ponte Nova, assumiu a presidência.

23/1 - Gestores do Conselho de Secretarias Municipais de Saúde (Cosems/Regional Ponte Nova) reuniram-se na nossa sede com: Paola Motta/coordenadora-técnica, Cristiane Tavares/assessora jurídica e Maria Regina Carvalho Martins/secretária-executiva, focando na temática das “Possibilidades de Cooperação no SUS”, apresentada em dez/ 2022. Participaram gestores de Saúde de Alvinópolis, Jequeri, São Pedro dos Ferros, Ponte Nova e Urucânia.

 R$ 3,5 milhões para HAG e HNSD - Visando contribuir com a manutenção e a capacidade de atendimento nos dois hospitais de Ponte Nova (Hospital Arnaldo Gavazza/HAG e Hospital de Nossa Senhora das Dores/HNSD), os Municípios vinculados ao Cisamapi destinaram recursos relevantes.

Assembleias gerais

  Ao longo de 2023, o Cisamapi promoveu assembleias gerais híbridas (presenciais e remotas) para aprimorar os serviços prestados e melhorar a logística da instituição. A seguir, o resumo das pautas:

26/5 - Atualização do vínculo assistencial com o HNSD; e definido o valor complementar de R$ 83,33, em caráter temporário, pela prestação de serviços de emergência e urgência no HAG e no HNSD.

11/8 - Alteração no Estatuto do Consórcio com apresentação de Eyer Nogueira/consultor jurídico e Jéssica Alvarenga/assessora jurídica. A contadora Bruna Alvarenga explicou a proposta do Orçamento de 2024, aprovada por unanimidade.

23/1 - Em BH, o secretário/MG de Saúde, Fábio Baccheretti, recebeu comitiva do Cisamapi e suas demandas para fortalecer o Sistema de Saúde de cada Município, tendo aval do deputado estadual Adriano Alvarenga.

3,5 mil pacientes na Casa de Apoio

 Localizada em Belo Horizonte, a Casa de Apoio acolheu, com seus 65 leitos, quem necessitou de atendimento (consulta ou exame) na Capital, obtendo alimentação e transporte até a clínica ou hospital.

- Em 2023, foram 3.596 diárias utilizadas por 14 dos 22 Municípios consorciados: Acaiaca/2; Alvinópolis/1.480; Amparo do Serra/70; Barra Longa/39; Guaraciaba/399; Jequeri/346; Oratórios/130; Piedade de Ponte Nova/17; Ponte Nova/139; Rio Casca/1; Rio Doce/140; Santo Antônio do Grama/81; São Pedro dos Ferros/6; e Urucânia/746.

Prioridade para o tratamento do glaucoma

No Cisamapi, os atendimentos medicamentosos aos pacientes com glaucoma aumentaram em 10,57% em 2023 (3.411 cidadãos contra 3.085 em 2022).

O glaucoma é uma doença crônica e não tem cura, mas na maioria dos casos pode ser controlado. Um dos tratamentos prevê a aplicação de colírio. No ano passado, foram distribuídos 45.170 frascos (12,8% a mais do que em 2022) com esta proporção:

- Abre Campo/1.709; Acaiaca/844; Alvinópolis/2.651; Amparo do Serra/1.595; Barra Longa/1.306; Diogo de Vasconcelos/1.312; Dom Silvério/1.311; Guaraciaba/2.455; Jequeri/1.650; Oratórios/1.634; Piedade de Ponte Nova/958; Ponte Nova/11.931; Raul Soares/2.959; Rio Casca/2.312; Rio Doce/1.391; Santa Cruz do Escalvado/1.890; Santo Antônio do Grama/1.029; São José do Goiabal/1.209; São Pedro dos Ferros/1.896; Sem Peixe/1.105; e Urucânia/2.023.

Outra medida importante para os pacientes com glaucoma em 2023: realização de 28.385 intervenções na forma de procedimentos diversos para diagnóstico e tratamento.

 Encontro dos Consórcios Intermunicipais

O 14º Encontro de Consórcios Intermunicipais/MG ocorreu em 4 e 5/10, em Itajubá, com extensa pauta.

 A secretária-executiva, Maria Regina Carvalho Martins, representou o Cisamapi, recebendo, durante o evento, notícia do secretário de Saúde/MG, Fábio Baccheretti, sobre a destinação de recursos do Proconsórcio.

 

151,6 mil procedimentos em doze meses

Os Municípios consorciados custearam 151.639 procedimentos realizados nas unidades assistenciais do Cisamapi (Ponte Nova e Rio Casca), nos hospitais de Ponte Nova e no Hospital São Lucas/Belo Horizonte, bem como em várias clínicas especializadas.

 59.986 consultas em diversas especialidades

As mais procuradas: psiquiatria/14.291, oftalmologia/12.474, dermatologia/5.727, ortopedia/5.536, neurologia/4.679, cardiologia/4.414, urologia/3.646, otorrinolaringologia/2.831, oftalmologia especializada em catarata, retina, glaucoma e plástica ocular/1.112, endocrinologia/1.082, mastologia/823, gastroenterologia/720, nefrologia/662, proctologia/613 e cirurgia vascular/509.

34.128 procedimentos terceirizados

Os que tiveram maior demanda: anátomo-patológico-biópsias/6.907, ultrassonografia/4.310, tomografia/3.074, ressonância/2.589, raio-X/1.439, contraste venoso/1.331, dupplexscan 1 ou 2 membros/1.221, mamografia/855, endoscopia digestiva alta/687 e colonoscopia/635.

27.812 exames próprios

Resumo dos que motivaram maior procura: tonometria/12.442, raios-X/4.599, ultrassonografia/4.496, ecocardiografia bidimensional com ou sem dopller/2.256, endoscopia/1.476, teste de esforço/ergométrico/894, eletroencefalografia/729, anuscopia/490, monitoramento pelo Sistema Holter 24H/307 e monitoramento ambulatorial de pressão arterial/123.

1.328 cirurgias

- Destaque para as cirurgias oftalmológicas (cataratas) no Hospital Gavazza/Ponte Nova e as cirurgias ortopédicas no Hospital São Lucas/BH.

Passageiros transportados em 2023

O Cisamapi transportou 48.369 pacientes de 15 Municípios, via micro-ônibus do Transporta SUS. Os destinos foram via de regra: Ponte Nova, Rio Casca, Belo Horizonte e Ouro Preto, entre outros.

Valores gastos com remoções em UTIs Móveis

As remoções de pessoas em ambulâncias UTIs Móveis atenderam pacientes de alto risco em emergência pré-hospitalar e/ou transporte inter-hospitalar, incluindo recém-nascidos.

Em 2023, o custo das remoções foi de R$ 451.605,27. Veja tabela com os valores custeados por Município em nossa edição impressa de 28/3/2024.







UID:11414006/25/04/2024 04:52 | 0