SAÚDE

Saúde avalia cenário epidemiológico e manejo das arboviroses

25/03/2024 09:00




 As Superintendências Regionais de Saúde de Ponte Nova e Manhuaçu preparam dois eventos nestas segunda (25/3) e terça-feira (26/3), na Sede Social do Esporte Clube Palmeirense, vizinha da praça de Palmeiras. Trata-se de mais uma etapa de esforços para se prevenir e conter a epidemia de arboviroses.

Pretende-se envolver ainda mais o pessoal municipal e avançar no controle vetorial, através do combate à proliferação do mosquito Aedes aegypti, que pelo país afora contamina crescente número de pessoas com dengue, chikugunya e zika.

Agenda de 25/3

Em 25/3, foco no ajuste dos planos de contingência e avaliação do cenário epidemiológico. Estão no público-alvo gestores municipais de Saúde da Macrorregião e coordenadores de Vigilância Epidemiológica e Atenção Primária, bem como Assessorias de Comunicação Social.

A partir das 9h, estas sequências de atividades: apresentação das ações em Minas, com Jaqueline Silva de Oliveira, superintendente de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado de Saúde/SES; e cenário epidemiológico das arboviroses, com Roseli Andrade, da Coordenação de Vigilância da SES, a qual repassará ainda dados e informações para controle das doenças.

A parte da mobilização social fica com Tarsis Murad e Antônio Rodrigues, respectivamente assessores de Comunicação das SRSs de Ponte Nova e Manhuaçu. Ainda na parte da manhã, espaço para Paula Raia, da Organização Pan-Americana de Saúde, explicando estrutura e objetivos do Centro de Operações de Emergências.

Passado o intervalo para o almoço, retomam-se as palestras às 13h com esta sequência: Paula Raia fala sobre "Matriz de Responsabilidade e Gestão"; "Vigilância e Controle Vetorial' será o tema de Roseli Andrade; e caberá a Kátia Ramos Pereira, subsecretaria de Redes de Atenção à Saúde da SES, o tema "Matriz de Responsabilidade: Assistência".

A apresentação dos fluxos assistenciais reunirá Ana Flávia de Paiva Mendes e Simone Emerich, respectivamente encarregadas da Coordenação de Atenção à Saúde das SRSs de Ponte Nova e Manhuaçu. Já o tema dos fluxos de encaminhamento de amostras ficará a cargo de Graziele Menezes, da Coordenação de Vigilância em Saúde da SRS/PN, e Grace de Oliveira Vidal Faria, do Núcleo de Vigilância Epidemiológica da SRS de Manhuaçu.

Agenda de 26/3

Já em 26/3, será abordado o manejo clínico das arboviroses e por isso o público-alvo são médicos e enfermeiros. A programação é extensa, a partir das 9h15:

- "Classificação de Risco do Paciente com Suspeita de Arboviroses", com o enfermeiro João Luiz Brandão Santana; "Manejo Clínico da Dengue", com o médico Iago Ailton de Sousa Chagas e a enfermeira Laura Costa Ferraz; "Manejo Clínico da Chikungunya" será o tema do médico Gilmar da Silva Aleixo; e Danilo Júnior Teixeira Severino, da Coordenação de Atenção à Saúde da SRS/Ponte Nova, falará sobre " Benefícios das Práticas Integrativas e Complementares para Reabilitação em  Casos de Chikungunya".

Após o almoço, a partir das 13h, mais estes temas: "Zika e Febre Amarela", com a médica Carolina Maffia Vaz de Melo e a enfermeira  Angélica Souza Toledo Andrade; e "Cobertura Vacinal de Febre Amarela", com  Sandra Ribas, referência técnica em Imunização na SRS/Ponte Nova.

Haverá estudos de casos, com mediação de Ana Flávia Mendes e Simone Emerich, vindo em seguida estes temas: "Fluxos de Encaminhamento de Amostras", com Graziele Menezes e Grace Vidal Faria; e "Rede e Fluxos Assistenciais", novamente com Ana Flávia Mendes  e Simone Emerich.







UID:11413982/25/04/2024 04:45 | 0