CIDADE

Com a palavra, Marina, a nova diretora-pedagógica da Ensa

07/03/2024 10:00




 Licenciada em Pedagogia pela Universidade Federal de Viçosa/UFV e pós-graduada em Psicopedagogia Clínica e Institucional, Marina Alves Costa Ferreira já atuou como professora de escolas pública e privada em Ponte Nova e tem experiência como supervisora em escola estadual e coordenadora-pedagógica, por onze anos, na Escola Nossa Senhora Auxiliadora/Ensa, onde em data recente assumiu a Diretoria-Pedagógica. A seguir, o seu depoimento:

FOLHA – Como avalia o novo desafio dentro da Ensa?

Marina - Sou apaixonada pela educação e encaro como um desafio gratificante, pois tenho a oportunidade de estar inserida em uma comunidade educativa sólida e coerente. Isso torna possível criar um ambiente escolar favorável e eficaz para todos.

FOLHA - Com a responsabilidade de substituir a diretora Maria das Graças Nunes Pinheiro (Dace), como dimensiona suas primeiras - e principais - deliberações no novo cargo?

Marina -  Substituir Dace é o desafio maior, visto que ela conseguiu dirigir e fazer prosperar a escola, deixando um legado de ensino de qualidade. Compartilhei com ela, em onze anos, todas as vivências da Escola e me sinto preparada para dar continuidade a essa gestão da Ensa, mantendo colaboradores engajados, praticando o Sistema Preventivo de Dom Bosco, permanecendo no meio das crianças e dos jovens, promovendo a escuta e sendo capaz de desenvolver pessoas inovadoras.

FOLHA - Do ponto de vista da conjuntura educacional nos tempos atuais, especialmente com o cenário digital, aponte os rumos da relação de ensino - aprendizagem na rotina de uma escola católica.

Marina - A educação situa-se como possibilidade de ser um instrumento de mudança social e de transformação da realidade.  Educar é possibilitar a conscientização e humanização, viabilizando aos alunos condições para que se desenvolvam em todas as suas potencialidades. Assim, estando numa escola salesiana, precisamos acompanhar as transformações inerentes à educação para cumprir a função deste educandário, que tem o lema de formar o bom cristão e o honesto cidadão e tem como foco a formação integral do estudante. Há tempos a Ensa acompanha as mudanças. Desde 2014, os nossos estudantes possuem os livros didáticos impressos e também os digitais, o que possibilita o acesso às informações atualizadas e práticas pedagógicas inovadoras. O processo é acompanhado pelos professores, que também recebem formação para lidar com o material impresso e digital.

 A mensagem da Irmã Áurea: ‘legado de tradição e inovação’

Na condição de diretora-institucional da Ensa, a Irmã Áurea Martins Lopes divulgou sua posição sobre a expectativa com o trabalho de Marina Alves Costa Ferreira:

“Marina tem ampla experiência na área educacional, especialmente na Ensa. Nestes onze anos, ela trabalhou com competência, carisma, dedicação, inovação, ampliando conhecimentos pedagógico-relacionais através de cursos, seminários, reuniões e outros eventos da Rede Salesiana Brasil de Escolas e da nossa Inspetoria Madre Mazzarello. Tudo isso foi muito bem vivido e praticado por ela nestes anos sob a direção pedagógica de Dace e das diretoras-institucionais.

Com a experiência de Marina, continuaremos oferecendo uma educação cada vez mais eficaz, buscando excelência pedagógica, formando nossos educandos para serem protagonistas, transformando o meio em que vivem, sendo ‘o bom cristão e o honesto cidadão’, legado deixado por Dom Bosco. Seguimos o trabalho junto à nossa equipe pedagógico-pastoral para que a Ensa cumpra cada vez mais forte seu legado de tradição- inovação, passando para as gerações a nossa educação integral, com valores humanos e cristãos.”

 Campanha da Fraternidade na Ensa

Em 23/2, a Escola Nossa Senhora Auxiliadora/Ensa promoveu, em seu ginásio poliesportivo, a abertura oficial da Campanha da Fraternidade/2024, envolvendo os alunos dos Ensinos Fundamental e Médio. Com o tema “Fraternidade e Amizade Social” e o lema “Vós sois todos irmãos e irmãs”, a comunidade escolar iniciou um período importante. A campanha acontece de forma mais intensa nesse período da Quaresma, porém o tema é trabalhado ao longo de todo o ano. Através de encenações, participação da Banda ExaltaEnsa e momentos de reflexão, os alunos foram convidados a repensar o modo como interagem com o mundo.

A diretora-pedagógica da Ensa, Marina Alves Costa Ferreira, explica: “A Campanha da Fraternidade propõe um caminho de transformação e, neste ano, a escola pretende trabalhar com os alunos três pontos fundamentais: ver, iluminar e agir. Queremos fazer um caminho quaresmal em três pontos: ver as situações de inimizades que geram divisões; deixar-nos iluminar pela Palavra de Deus; e agir, ou seja, nos esforçarmos para uma mudança não só pessoal, mas também comunitária em busca de uma sociedade amiga, justa, fraterna e solidária. Somos convocados a acolher a vida do próximo em sua totalidade, reconhecendo sua dignidade e valor como ser humano. É um convite para nos reunirmos à mesa da fraternidade, onde todos têm espaço, onde a partilha, a comunhão e a celebração da vida são os alicerces de uma convivência verdadeiramente humana e solidária.”







UID:11414141/25/04/2024 05:31 | 0