REGIÃO

Justiça Federal/PN ouve réus da tragédia da Barragem de Fundão

07/11/2023 13:30




 Na manhã desta terça-feira (7/11), na sede da Subseção da Justiça Federal em Ponte Nova, continuou a oitiva de réus - sete pessoas físicas e quatro jurídicas - no processo criminal relativo ao rompimento da Barragem de Fundão/Mariana, em novembro/2015 (leia aqui).

O interrogatório do primeiro réu, engenheiro Germano Lopes [gerente operacional da Samarco em 2015], começou às 13h dessa segunda-feira (6/11) e durou quase quatro horas. A sessão foi dirigida pela juíza Patrícia Alencar Teixeira de Carvalho e acompanhada pelo procurador federal Carlos Bruno.

Nesta terça-feira (7/11), a partir das 10h, transcorre o depoimento de Daviely Rodrigues Silva e Wagner Milagres Alves, gerentes operacionais da Samarco em 2015. Esta FOLHA ouviu Mônica Santos, moradora da localidade de Bento Rodrigues, destruída pela lama.

 Acompanhada do advogado Bernardo Camponizzi Machado, Mônica reiterou sua indignação com a impunidade depois de oito anos da tragédia, mas salientou que ainda há esperança na Justiça. "Estas pessoas devem pagar pelo crime que cometeram", resumiu ela.

Mônica viu sua casa ser destruída pelos dejetos da mineração e, obstinada com a reparação dos danos e punição dos culpados, estudou Direito e se diplomou neste ano para atuar ao lado da Comissão de Atingidos pela Barragem de Fundão e do recém-lançado Movimento Reviva Mariana.

Mais depoimentos

Para esta quarta-feira (8/11), também a partir das 10h, marcaram-se as oitivas de Kleber Terra, diretor de Operações e Infraestrutura da Samarco, e Ricardo Vescovi de Aragão, diretor-presidente na época do desastre ambiental, que deixou 19 mortos e afetou drasticamente a Bacia do Rio Doce.

Espera-se, para a quinta-feira (9/11), depoimento de representantes das mineradoras BHP Billiton e Vale S/A, sócias da Samarco na mineração em Mariana. Por fim, para 13/11, a partir das 10h, marcaram-se os depoimentos de Paulo Roberto Bandeira/representante da Vale na Governança da Samarco e Samuel Santana Paes Loures, engenheiro e dirigente da Consultoria VogBR.







UID:11414013/25/04/2024 04:55 | 0