CIDADE

‘Como assim irmã, se não mora aqui?’

20/10/2023 17:00




 Eu devia ter quatro anos. Estava absolutamente encantada com a moça que aparecera lá em casa, vinda da Capital. Linda, me fotografava no jardim, no Clube Palmeirense, no portão... É dela aquela foto minha na janela de que eu gosto tanto: “Chega correndo e para, estátua!” 
 
Seu nome tinha um pedaço de vovó Naná e outro de vovó Elisa: Nathayl Elisa Mucci: minha irmã, segundo meus pais. “Como assim irmã, se não mora aqui?”
 
Charmosa, minha irmã mais velha escrevia com a mão esquerda e estudava para ser médica (meu pai, quando ela passou no vestibular, assobiou de feliz a noite toda na varanda).
 
No domingo, Tail ou Thalily (para minha mãe e pra mim) teve que ir embora. “Como assim irmã, se não mora com A gente?” Minha cabeça compreendia que ela estudava fora, mas meu coração queria que ela morasse dentro da nossa casa. 
 
Vez em quando, ela retornava. Suas visitas valiam a espera. Ela amava música, cantava e dançava comigo e sabia das coisas todas. Inteligente, me explicava tudo na maior paciência.
 
Como aquela tarde detalhando todo o funcionamento do coração humano em um de boi, de verdade. Ou diante do meu compenetrado interesse, me apresentando o corpo feminino: “Então... todo mês é feita uma caminha no útero e, se ele não usa, ela, a menstruação, vai embora”, elucidava desenhando. 
 
 Eu adorava quando ela encapava si-me-tri-ca-men-te meus cadernos e livros. Curtia demais sua eletrola cinza portátil. Devo a ela bastante do meu repertório musical: Beatles, Sara Vaughan, Elis, Barbara Streisand, Carpenters, Dionne Warwick, Gonzaguinha, Nana Caymmi... 
 
Uma vez, escancarei a porta do quarto atrapalhando sua gravação e tomei um chega pra lá daqueles. Eu não ligava e grudava nela, adorava seu cheiro “Como pode fumar e ser tão cheirosa?” Não era à toa que ela me chamava de “pulguinha, pulga: chata e saltitante”, risos.
 
Na minha adolescência, me carregou para suas festas só porque “eu estava precisando”. Pelas suas mãos, eu conheci a fotografia, o Palácio das Artes, o grupo de Dança Corpo, a mais gostosa torta de limão - do restaurante Alpino - de Belo Horizonte.
 
Minha hermana é uma das pessoas mais generosas que eu conheço. Sua generosidade é gigante, em todos os sentidos.
 
Mesmo de longe, Tail é a irmã/tia/cunhada que envia caixas de presentes o ano inteiro. Nesse inverno, por exemplo, todo mundo (todo mundo, mesmo!) ganhou casaco. Porém, se o frio passou e ela encontra alguma promoção “imperdível”, as caixas continuam a chegar. 
 
Na pandemia, ela fez questão de enviar um dinheiro para nosso estoque de grãos e não sossegou enquanto eu não comprei os galões de água e caixas de velas: “Vai que acaba!”
 
Tanto exagero é sinal de cuidado. Foi seu excesso que salvou nosso pai da bacteriemia e nossa mãe da pneumonia. Nathayl Elisa cuida. Não só da família, também da amiga recém-infartada, da faxineira, do jardineiro, dos vizinhos... da praça: um projeto que ela idealizou e desenvolveu, transformando o local em ponto de encontro da vizinhança, em Goiânia.
 
Exagerada no coração e líder por natureza, durante uma década, Tuiuiú (é o jeito carinhoso com que a chamo atualmente) regou mudinhas, bolou cartazes, organizou piqueniques, reunindo os moradores que quiseram dar seu nome à praça do Setor Jaó - “Que isso, todo mundo ajudou!” - mas ela não deixou.
 
Dona de um senso de justiça ferrenho, uma opinião direta e às vezes bastante franca, Nathayl Elisa nunca mente e jamais larga as pessoas de lado. Nem os bichos. Voluntária da Ong “Amigos do seu Paulo”, que cuida de cães e gatos, e colaboradora do “Rancho dos Gnomos”, que cuida dos ursos, ela se envolve, trabalha e colabora com as causas que a apaixonam.
 
Apaixonadamente intensa, Tail se interessa pela vida, pelo cosmos, pela natureza, pela evolução espiritual da Terra. Mestre em Reiki, envia boas energias e reza, muiiito, pelo bem coletivo. Se peca por apaixonar-se demais, mandar (ops), recomendar demais, agasalhar demais, na certa que é por Amor.
 
“Como assim a minha irmã ainda mora longe de mim?”






UID:11504263/21/05/2024 22:19 | 0