CIDADE

Laene ComVida: 'Qual é o seu nome, srtª Gentileza?'

06/10/2023 14:00




 Uma das coisas mais chatas da função supermercado é abrir as sacolas. Exige rapidez e uma ciência importante pros dias de hoje: paciência. Os lados não se separam e os dedos secos não ajudam. Algumas moças dos caixas têm à mão um paninho úmido, outras, mestres na técnica, abrem as benditas sem nenhum entrave.
 
No sábado passado, feriado, fui ao atacarejo com urgência: faltava sal, pão e otras pocas cositas.  Dessa vez, resolveria em uma hora, não tinha lista e os cinco itens eu tinha de cor. Rapidinho cheguei ao caixa. Ritual pra lá de manjado, fui pondo as coisas na esteira e me lembrei de que esquecera o papel higiênico. “Dá tempo, corre lá, aproveito e pego maracujá.” 
 
Incentivada pela cliente detrás, saio em zigue-zague e retorno esbaforida desviando de gente e empilhadeiras... a tempo de retirar os últimos itens do carrinho que empurro pra receber, de novo, tudo agora ensacolado.
 
Instantânea, vou metendo os produtos nos sacos plásticos e só reparo que o processo foi a jato quando, pondo o cartão na máquina, vejo o que a moça do caixa faz. A operadora, cujo nome, imperdoavelmente, eu não perguntei, enquanto aguarda a gente bater a senha, vai abrindo as sacolas para facilitar a vida de quem quer que passe. 
 
“– Que ideia genial, você merece um prêmio de criatividade gentil!”, agradeço muito.
 
“– Facilita, não é?”, me sorri a senhorita.
 
Ela não tem noção de que muito mais do que agilizar minha vida, ela melhorou meu humor, destrancou minha cara, abriu meu sorriso e desarmou minha programação mecânica e carrancuda.
 
 Gentileza é algo gratuito que tira a gente do automático. Nessa vida de tempo corrido e passos cronometrados, quase nunca paramos pra reparar, muito menos deixamos a bicicleta passar apressada enquanto da calçada olhamos a lua.O ser gentil não se prende a relógios nem tem pressa para viver. “Pressa pra quê?!”
 
Você sabe o que é ser gentil? Gosta de receber um bom dia ou tranca a cara no primeiro sorriso que lhe oferecem pela manhã, porque, afinal não tem gentileza que aguente a vida nos 37 graus, a Fake News na fila da padaria, o trânsito mal encarado, a falta de paciência alheia...
 
“Nós que passamos apressados pelas ruas da cidade merecemos ler as letras e as palavras de Gentileza.” Gentileza foi um profeta, poeta e andarilho que oferecia flores às pessoas e escrevia seus poemas num viaduto perto da rodoviária no Rio de Janeiro. Virou música de Marisa Monte e uma das suas frases mais conhecidas é “Gentileza gera gentileza”.
 
Segundo o dicionário, gentileza é sinônimo de delicadeza, tem a ver com sensibilidade. Quem está gentil é gentil? Ou seja, nesses tempos de raras cortesias, a amabilidade seria então a tal “bruta flor do querer” do Caetano Veloso? Quer dizer, para ser delicada, gentil, atenciosa e amável é preciso resistir,conscientemente, à brutalidade do mundo, desejando ser um ser humano melhor? 
 
Não sei, as pessoas gentis me parecem bem espontâneas. Eu mesma quando ajo afavelmente é sem pensar. Só desejo de agradar sem motivo nenhum. 
 
Logo, o rapaz que nos atendeu hoje no restaurante de forma tão galante não fora treinado para isso? Não teve recomendação do gerente? Soltou palavras amigáveis para nos tirar o incômodo pelo suco derramado por pura delicadeza que lhe é natural?
 
Gentileza quando é artificial a gente saca no ato. A voz muito rastejante e o elogio em excesso entregam o fingimento. Ninguém aguenta bajulação. Nem político em véspera de eleição.
 
Mas gentileza não tem a ver com elogiar ou enaltecer. Ser gentil é considerar a importância de todo ser ao redor apenas por sua existência. Por que não deixo a senhora com um produto passar na frente? Custa muito ouvir o caso do velho que fala devagar?
 
Há quem diga que a gentileza é fundamental à convivência humana. Sem ela, secam os sorrisos, morrem os sentimentos bons e somem os acordos de paz. É ela que traz a trégua em tempos de ódios disseminados e acena a esperança de convívios melhores.
 
Voltando ao supermercado, eu levo um bombom pra moça do caixa.






UID:11504210/21/05/2024 21:59 | 0