SAÚDE

Efeitos da greve: HAG cancela procedimentos eletivos

26/05/2018 09:00




Entre tantos impactos locais e regionais da greve nacional dos caminhoneiros, surgiu mais um no final dessa sexta-feira (25/5): o Hospital Arnaldo Gavazza/HAG suspendeu todos os procedimentos eletivos para “preservar a reserva de insumos, essenciais ao bom funcionamento da Instituição”.

Esta é a íntegra da nota:

“Assim como os demais setores da sociedade, temos sofrido os impactos da greve dos caminhoneiros, que afeta todo o país. O Hospital Arnaldo Gavazza vem por meio deste comunicado informar que, por precaução, estão imediatamente cancelados todos os procedimentos eletivos. Ou seja, aqueles atendimentos agendados previamente e que não se enquadram na categoria de urgência e emergência. O intuito é preservar a reserva de  insumos, essenciais ao bom funcionamento da Instituição. Cabe ressaltar que seguimos atendendo prontamente às urgências e emergências.”

Esta FOLHA procurou a Assessoria do Hospital de Nossa Senhora das Dores/HNSD, onde, até o final da tarde dessa sexta-feira (25/5), inexistia orientação explícita sobre algum tipo de restrição ao atendimento público.

Como esta FOLHA já informou, a Secretaria Municipal de Saúde expediu nota sobre as suas restrições. Desde essa quinta-feira (24/5), está priorizando o transporte (de Ponte Nova para Belo Horizonte e outros centros urbanos) de pacientes oncológicos e transplantados.

“Caso o abastecimento cesse por comple­to, a Secretaria reembolsará os usuários que fizerem a viagem de ônibus mediante apre­sentação de ticket de viagem e comprovante de atendimento”, ressalta o informe.  

 







UID:9122461/19/10/2018 02:38 | 0