CULTURA

Cobrado o andamento da obra do Centro de Memória

13/05/2018 13:00




Ex-secretário/PN de Cultura e Turismo, Emerson de Paula Silva enviou artigo para esta FOLHA (publicado na edição dessa sexta-feira, 11/5) fazendo relato da trajetória do projeto do Centro de Memória (inacabado, há anos, em casarão do Centro Histórico).

Para Emerson, que é de Ponte Nova e atualmente é professor do Curso de Teatro da Universidade Federal do Amapá, “cabe à atual Administração dar prosseguimento ao processo, que se encontra em sua última fase”. A seguir, a integra de seu artigo “Sobre o Centro de Memória”:

"Em razão de notícias veiculadas nas 2 últimas semanas sobre o Centro de Memória, na FOLHA DE PONTE NOVA, se faz importante esclarecer algumas questões à população. Portanto, peço a compreensão para que as devidas informações sejam divulgadas para esclarecimento, principalmente devido a questionamentos de vereadores:

1 - O Centro de Memória surgiu através de um Projeto do historiador Luiz Gustavo Santos Cota entregue à Gestão da primeira Secretaria de Cultura de Ponte Nova. O projeto era conceitual e não arquitetônico, tendo o mesmo a intenção de contribuir com a cidade e a recém-criada Secretaria.

2 - Em 2009, a Gestão da Secretaria de Cultura resgatou este projeto e o submeteu a um edital de patrocínio da Samarco, sendo contemplado com 25 mil reais. Tal recurso foi utilizado na parte de baixo da casa (antigo porão), o que pode ser conferido, tornando o local adequado para ocupação. O secretário à essa época procurou celebrar convênio com o Ministério do Turismo com valores por volta de 100 mil reais para término da construção deste importante espaço cultural, retirando a Secretaria de Cultura deste local, para que o mesmo tivesse somente a finalidade em questão. Porém este convênio não se efetivou, e não houve envio de recursos deixando a obra paralisada.

3 - A Gestão 2013/2016, de posse das informações de todo este processo, retomou a obra com recursos oriundos do Fundo Municipal de Patrimônio via ICMS Cultural. Projeto de Ocupação foi feito e está registrado na Secretaria de Cultura e Turismo. Projeto Arquitetônico foi retomado, e a obra foi feita em 2 partes. A 1ª foi feita durante nossa gestão, e a 2ª parte da obra foi feita no final da nossa gestão deixando direcionados o andamento da obra e recurso para a mesma, cabendo à nova Gestão acompanhar a finalização da obra e promover a ocupação pedagógica e memorial do referido lugar. À época, direcionamos inclusive vigias para o local, já estruturando a questão de pessoal para o mesmo.

4 - O local não pode ser ocupado para outra finalidade, uma vez que os recursos utilizados são oriundos do Fundo Municipal de Patrimônio via ICMS Cultural, utilizando a rubrica do Centro de Memória, o que se faz necessário conferir no 9º PPA criado pela atual Administração Municipal, uma vez que foi realizada importante estruturação junto às rubricas da Secretaria de Cultura e Turismo e, no momento, qualquer supressão será danosa. Portanto, cabe à atual Administração dar prosseguimento ao processo que se encontra em sua última fase, já que parte importante foi realizada pela Gestão Municipal 2013-2016. Estas informações foram repassadas ao Conselho Municipal de Patrimônio e ao Conselho Municipal de Política Cultural. Todas estas informações encontram-se registradas na Secretaria de Cultura e Turismo e foram entregues à Equipe de Transição."







UID:9126819/20/10/2018 22:22 | 0