CIDADE

Meio ambiente e sindicalismo nas páginas desta FOLHA

14/04/2018 19:00




Chegando à semana de n° 1.500, a FOLHA trouxe, no encarte de sua edição impressa desta sexta-feira (13/4), o depoimento de três personagens :   

Em 1988, Ester Guimarães (Teinha) era pro­fessora e sindicalista. Ela já atuou no jor­nalismo de Ponte Nova (Jornal Listão) e hoje é advogada. Para Teinha, a FOLHA tem extrema importância por editar as notí­cias “de forma imparcial, sempre dando oportunidade de ouvir os dois lados. Este Jornal acompanha os fatos da cida­de e evoluiu muito ao longo dos anos, tentando, ao máximo, buscar a verdade, sem denegrir a imagem das pessoas. O papel que a FOLHA faz de ouvir os dois lados da história é que faz o Jornal ser de credibilidade”, concluiu Teinha.

Em fins de 1988, o presidente do Sindicato dos Bancários de Ponte Nova, José Geraldo Moreira Leite, cobrava auditoria na São Jorge Auto-Ônibus, em função do reajuste de 80% nas passagens do transporte coletivo. Nesta semana, José Geraldo - ago­ra assessor jurídico da Federação dos Bancários/MG - avaliou que este Jornal sobrevive como consequência da vitória da imprensa livre. “Vocês sempre deram espaço para as notícias sindicais e associativas, com pauta na defesa do trabalhador e nas campanhas da comunidade. Estou em Belo Horizonte desde 1991 e continuo como assinante pela necessidade de ficar bem informado sobre os fatos de minha terra natal”, conclui ele.

 

Na sua primeira edição, esta FOLHA registrou a participação de comitiva de Ponte Nova no Encontro Mineiro de Conselhos Municipais de Defesa e Conservação do Meio Am­biente/Codemas, em Caeté. Viajaram o presidente do Codema, João Paulo Domenici de Brito, e a secretária Carlota Colaço, ao lado de Hélder de Aquino Gariglio, coordenador do Escritório Regional/PN do Conselho de Política Ambiental/Copam do Governo/MG. Em Caeté, eles se encontraram com a pontenovense Mirian Cistina Dias, assessora da Secretaria/MG de Meio Ambiente.

Nesta semana, Mirian -  hoje Mirian Cristina Dias Baggio, coordenadora do Núcleo Ambientação, da Fundação Estadual do Meio Ambiente/Feam - nos enviou esta mensagem:

“As 1.500 edições e a proximi­dade dos 30 anos de um jornal impresso são um marco no mundo digital de hoje. A FOLHA tem sido um elo de aproximação do cidadão com a cidade e a região. Sinto-me honrada de fazer parte desta his­tória. Parabéns a toda a equipe do jornal FOLHA DE PONTE NOVA!”







UID:8500698/25/04/2018 19:15 | 0