POLÍCIA

Agente prisional preso e acusado de corrupção

12/08/2017 12:00




Ao desencadear, em 9/8, a “Ope­ração Corruptus”, a Polícia Civil prendeu em 9/8 o agente prisional Ivair Antônio Jerônimo (foto), 32 anos. Ele é investigado por corrup­ção, associação criminosa, tráfico de armas e drogas e ingresso ilegal de celular na Penitenciária/Ponte Nova.

Ivair foi preso em serviço. Fa­lando a esta FOLHA, o delegado Cléber de Souza Gomides salientou que o Serviço de Inteligência do Complexo Penitenciário atua - com aval do diretor-geral, Rafael Bargas de Queiroz - em conjunto com a Polícia Civil.

O delegado acrescentou que as investiga­ções tiveram início após apreensão de dois celulares em cela da Penitenciária. A perícia nos arquivos do aparelho encon­trou dados do agente. Durante as diligências, apurou-se que ele facilitava a entra­da de celular na Unidade Prisional e envolveu-se em tráfico de armas fora da Penitenciária, o que carac­teriza crime de corrupção passiva, como revelou o delegado.

Conforme Cléber, após meses de investigações, ficou “materializada e comprovada” a atuação criminosa do agente. Continua, entretanto, a identificação dos demais envolvi­dos. Policiais cumpriram mandado de busca e apreensão na casa do agente em Viçosa, sem encontrar nada de ilícito.

A “Operação Corruptus” envolveu os inves­tigadores Jivago Alvim Lacerda, Welligton de Freitas Ribas e Aprígio de Souza Soares, bem como a escrivã Alessandra Costa Jacob.

O gru­po teve respaldo do delegado regional, Thiago Alves Henriques, como assinalou Cléber.

 







UID:7380158/24/08/2017 05:28 | 0